As complicações do preenchimento facial podem ocorrer por diversos motivos que variam desde respostas do organismo a alguma falha profissional.

Vamos abordar cada situação e explicar o que pode ser feito pra resolver porque o mais importante do que saber fazer é saber resolver qualquer problema que ocorra.

 

Este tratamento estético é seguro e tem poucos efeitos colaterais. Adversidades podem ocorrer e as mais comuns são inchaço e hematoma.

O inchaço é uma complicação mais comum no preenchimento do lábio, o que pode acontecer no momento da aplicação ou no dia seguinte. Isso é prevenido com o uso de um corticoide administrado uma hora antes do procedimento e mantido por mais 3 dias, se persistir. O uso de bolsa com gelo no local da aplicação ajuda a evitar esse inconveniente.

A presença de um inchaço leve é uma resposta normal aos procedimentos minimamente invasivos, que geralmente desencadeiam um processo inflamatório no local. O edema pode ocorrer também por causa da manipulação preencher grandes áreas.

Hematoma

Apesar de o procedimento ser minimamente invasivo, ao realizar o preenchimento facial, hematomas surgem ocasionalmente. Isso depende muito de paciente para paciente, devido a tendência ser maior em uns do que em outros.

A preferência por microcânulas ameniza bastante esta intercorrência porque reduz a possibilidade de perfuração de vasos e veias.

Entretanto se surgirem, fica indicado o uso de cremes e pomadas próprias para reverter o problema e o quadro regride dentro de alguns dias.

Infecção

Quando acontece alguma contaminação da área, no momento do preenchimento facial, uma infecção se instala. Nestes casos, fica indicado o uso de antibióticos apropriados.

O pequeno pertuito aberto para entrada da microcânula na pele pode ser um canal de entrada para microrganismos. Uma das formas de contaminação é quando o paciente passa a própria mão no local da aplicação durante o procedimento.

É por isso que o profissional deve solicitar que o paciente lave as mãos antes de entrar na sala de atendimento. Outro cuidado é passar álcool 70 nas mãos logo em seguida para fazer uma boa assepsia.

Manter boa higienização da face depois do procedimento é importante para manter a área livre de contaminantes.

Nódulos

São aglomerados de produto que formam pequenas saliências dentro da pele, mas que podem ser evitados com a correta distribuição da substância preenchedora pelo profissional além de um bom massageamento da área. Mesmo assim, ainda pode aparecer devido a cristalização do ácido hialurônico.

São formados cristais de açúcar os quais podem ser diluídos com massagem do local. Em algumas situações pode ser necessária a remoção de todo ou parte do produto com o uso de uma substância chamada Hialuronidase.

Trata-se de uma enzima que degrada o ácido hialurônico instantaneamente, o que se transforma em uma tremenda vantagem de reversão de complicações e resultados indesejados. Também são situações passageiras.

Necrose

Necrose já é considerada uma complicação bastante séria, o que significa a morte dos tecidos da região tratada, ocasionada pela injeção acidental do preenchedor dentro dos vasos circulatórios ou próximo deles causando a compressão de artérias da área.

Usar as microcânulas é essencial para evitar este tipo de problema, além de muito conhecimento anatômico da região de interesse.

Mais uma vez o uso da hialuronidase é importantíssimo para dissolver o ácido hialurônico e evitar a necrose.

Alergias é uma das Complicações do Preenchimento Facial

Em algumas situações o paciente pode desencadear processos alérgicos ao produto. Nestes casos, fica indicado o uso de antialérgicos para regredir o quadro.

 

Complicações tardias

Reativação do Herpes Simples

A maioria da pessoas já tem a presença do vírus do herpes alojado em alguma estrutura anatômica do corpo. Quando este micoorganismo se manifesta, o herpes aparece. É uma doença comum normalmente associado a infecções dos lábios, da boca e da face.

Alguns fatores, como traumatismo, estresse, baixa imunidade, exposição prolongada ao sol, menstruação, favorecem o aparecimento de recidivas. Na medida do possível, procure controlá-los.

Já se percebeu o aparecimento do herpes depois da aplicação do preenchimento. Não há confirmação científica de que o tratamento estético tenha sido a causa da recidiva da doença. Especula-se que seja uma coincidência. De toda forma, o tratamento indicado é a prescrição de anti-vírus e pomadas próprias para herpes. Contornando assim, os sintomas e lesões.

O que é o preenchimento facial?

Os preenchimentos faciais estão entre os procedimentos mais realizados, juntamente com as aplicações de toxina botulínica. É um procedimento minimamente invasivo que permite realizar modificações estéticas no contorno facial. Tudo é feito em uma hora, dependendo da quantidade de produto a ser usada será preciso mais tempo.

O produto mais seguro para esse fim é o ácido hialurônico porque já é um produto encontrado no organismo e também porque é reabsorvido pelo próprio corpo ao longo de 12 meses, em média.

Tudo é feito com anestesia local, tem raras contraindicações e não precisa de um período de recuperação quando comparado a uma cirurgia plástica.

Outra boa notícia é que os preenchedores são muito seguros, contudo, as complicações podem ocorrer.

 

Um forte abraço.

Carlos Henrique Batista.